A demanda:

Recentemente, a PJ Consultoria recebeu uma demanda de um pós-doutorando de fisioterapia da EEFFTO, relacionada ao desenvolvimento de um maquinário que seria empregado na pesquisa.

Em seu projeto de pesquisa, o cliente precisava medir a resistência do antepé submetido à torção. Para isso, ele realizava um ensaio em que o torque do pé era medido através de um aparelho eletrônico (potenciômetro) previamente desenvolvido. No entanto, como as regiões do corpo estão todas interligadas, o cliente necessitava que o pé da pessoa, mais especificamente o antepé (região do calcanhar) ficasse totalmente imobilizado, de forma que o resultado fosse referente apenas à resistência do antepé a ser torcido. Ele já tinha um protótipo que o ajudava nessa imobilização, mas não o atendia corretamente, demorava para ser montado, o ensaio era dolorido para os “pacientes” e não havia padrão na imobilização, de forma que cada pessoa que fazia o ensaio chegava a um resultado diferente, (mesmo quando o “paciente” era o mesmo), o que não deveria acontecer.

Diante disso, o maior requesito do cliente era ter o antepé imobilizado durante a torção e ter um equipamento que fosse o mais confortável possível, leve o suficiente para ser carregado, de baixo custo de fabricaçãoadaptável para todos os tamanhos (poderia ser utilizado para pessoas de pés 34 até 44), robusto, e principalmente, que oferecesse resultados padronizados para serem empregados no estudo científico.

Como a PJ atuou:

  • Houve uma padronização da regulagem e posição do calcâneo única;
  • Habilitamos o mecanismo para que pudesse ser utilizado um torquímetro, de forma que a força dos parafusos de aperto fosse controlada e pudesse ser padronizada;
  • Criamos um equipamento com boa “moldabilidade”, pois a morsa era capaz de atender do 34 ao 44;
  • Criamos uma espécie de mala e colocando rodinhas, de forma que o transporte fosse facilitado;
  • Desenvolvemos uma estrutura de suporte para o aparelho medidor (que continha o potenciômetro que media o torque, aparelho que o cliente já tinha); adicionando rolamentos para diminuir o atrito do aparelho medidor além de promover uma medição certeira.

Resultados:

O equipamento desenvolvido pela PJ Consultoria e Assessoria facilitou os testes, tendo em vista que o tempo gasto para a medição passou de 45 para 15 minutos, reduzindo drasticamente a dor que o paciente sentia no método anterior.

Além disso, o equipamento ainda ofereceexcelente padronização dos ensaios possibilitando resultados precisos que, segundo o cliente, estavam de acordo com os dados obtidos na literatura.

 

A PJ realiza projetos variados de desenvolvimento de maquinário, caso queira ler sobre outro case de sucesso, clique aqui, caso se interesse em saber as variedades de projetos que a PJ realiza, você pode acessar nossa página de serviços e caso deseje entrar em contato conosco, você pode preencher nosso formulário de contato ou ligar pra gente pra agendar uma análise de demanda gratuita.