Aparelhos de ar condicionado têm se tornado cada vez mais populares em shoppings, escritórios, restaurantes e até mesmo dentro de nossas casas, aparecendo como item imprescindível em certas realidades, Devido a muita pesquisa e desenvolvimento tecnológico, os sistemas evoluíram muito ao longo dos anos. Hoje podemos encontrar uma variedade enorme desses equipamentos, de diversos tipos, tamanhos e preços. Porém, apesar de largamente difundido, os sistemas de condicionamento de ar raramente recebem o cuidado devido, o que pode acarretar impactos muitas vezes desconhecidos,

A manutenção de ar condicionados é algo muito desvalorizado tanto no ambiente residencial quanto no ambiente empresarial. Por se tratar de um equipamento na maioria das vezes simples e pequeno, não é comum considerar que seja capaz de trazer riscos à saúde dos usuários. O que a maioria das pessoas não sabem é que com o passar do tempo as grades, os dutos e as pás de ventilação acumulam umidade e partículas de sujeiras do ar. Assim, os componentes e o compartimento interno formam um ambiente propício para proliferação de fungos e bactérias que são parcialmente liberados no ar enquanto o aparelho está em operação.

A falta de limpeza interna e de troca do filtro comprometido por exemplo podem provocar problemas respiratórios e contribuir fortemente para disseminação de doenças nos dias de hoje. Além disso, a não realização da manutenção adequada leva a maior deterioração do equipamento, gerando maiores gastos a longo prazo do que o deveria. Para nortear as pessoas em relação a essa manutenção existe o PMOC.

PMOC é um termo genérico e significa Plano de Manutenção, Operação e Controle. Ele pode ser amplamente utilizado nos mais diversos contextos, mas vem sendo cada vez mais relacionado à manutenção de ar condicionado, Basicamente consiste em analisar o ambiente, identificar todos os equipamentos utilizados para o condicionamento do ar e definir manutenções programadas, com descritivo das atividades e prazos para sua execução.

O plano, quando bem realizado, além de apresentar a periodicidade de cada atividade ele também é capaz de dar o suporte necessário para que a equipe de manutenção possa cumprir corretamente o que é programado, Para isso, ele aponta pontos críticos a serem observados e dá dicas sobre como realizar a manutenção. Assim, o gestor pode ter total confiança de que as manutenções vão estar em dia, garantindo uma boa qualidade do ar e o funcionamento apropriado dos equipamentos.

A preocupação com a qualidade do ar vem desde a época da revolução industrial ainda no século XVIII, quando as grandes indústrias começaram a liberar poluentes na atmosfera, formando nuvens densas e escuras nos grandes centros. A partir de grande grande impacto social, iniciaram-se os estudos e as restrições nas empresas de manufatura. Nos sistemas de ar condicionado, o cuidado surgiu em 1976 quando em uma convenção de legionários nos Estados Unidos, veteranos de guerra foram infectados por uma bactéria até então desconhecida (hoje chamada de Legionella pneumophila) que provocou um tipo de pneumonia nos ex-combatentes, acarretando 34 mortes por causa da doença, No caso do Brasil, com a morte do ex-ministro das comunicações Sérgio Motta em 1998 as autoridades brasileiras deram início ao desenvolvimento do que conhecemos hoje como PMOC

O projeto aprovado pelo congresso nacional e sancionado pela presidência da república, obriga os prédios públicos e coletivos como hospitais, escolas e centros comerciais, a contar com um plano de manutenção para seus sistemas e aparelhos de ar condicionado. A nova lei também vale para os ambientes climatizados de uso restrito, como os laboratórios. O objetivo é diminuir a contaminação por fungos e bactérias e poluentes que possam provocar doenças, Todos os edifícios de uso público artificialmente climatizados devem dispor de um plano de manutenção que visa a minimização de risco potencial à saúde dos ocupantes, O texto publicado no diário oficial, deve obedecer aos critérios estabelecidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). As multas relativas a falta de manutenção podem variar de R$ 2.000,00 a R$ 1.500.000,00, dependendo do risco, recorrência e tamanho do estabelecimento

A legislação considera que um plano de manutenção de ar condicionado está completo quando contempla a manutenção mecânica dos equipamentos e o controle de qualidade do ar ambiente. Os estudos sobre a qualidade do ar podem ser realizados por engenheiros químicos e sanitaristas e normalmente são desenvolvidos de forma independente ao plano de manutenção da máquina. Já o plano de manutenção mecânica pode ser elaborado por aqueles com domínio na área e deve ser assinado por técnicos, tecnólogos ou engenheiros mecânicos.

Para criação do plano, inicialmente é necessário que seja feita uma visita técnica ao local para se avaliar a quantidade de equipamentos, seus tipos (que podem ser de janela, Split, self contained, entre outros), as dimensões do ambiente que é refrigerado, as pessoas que lá permanecem ou transitam, fontes de calor (como por exemplo computadores) e possível fluxo de ar com ambiente externo. Com esses dados é possível que se calcule a carga térmica dos ambientes que com o auxílio de manuais e estudo do funcionamento do equipamento possam ser definidas as etapas de manutenção com os prazos adequados e adaptados para cada realidade.

Apesar de simples, trocas de filtro e limpeza interna da carcaça de tempos em tempos são muito negligenciadas em pequenas empresas que não costumam passar por fiscalização. Porém, somente com uma manutenção adequada, realizando as limpezas de forma correta e as trocas de componentes quando necessário pode se desfrutar de uma longa vida útil do equipamento. Sem falhas e gastos inesperados, suas paradas de funcionamento ocorrem de forma programada por meio da manutenção preventiva. Tudo isso preservando os equipamentos em boas condições de uso, mantendo um nível aceitável de ruído, não poluindo o ambiente e respirando um ar de qualidade.

Se interessou pela PJ? confira nossos projetos nesse link ou fale com nossos consultores pelo formulário de contato.